Viagem a Montevidéu – parte IV

Eu iria deixar para escrever este post por último, mas a gordinha aqui não se aguentou. Vou falar hoje sobre comidas que são indispensáveis de comer no Uruguai.

IMG_0292

 

O prato mais conhecido é a parrillada. Um churrasco feito na brasa, como na foto acima. E não é como os brasileiros que fazem apenas as partes consideradas nobres da carne (picanha, maminha, etc). Lá eles fazem os miúdos também. Eu adoro carne, então como fácil, fácil. Mas mesmo quem não é muito chegado, tem que experimentar ao menos uma vez. Eles costumam servir em um braseiro pequeno na mesa com a porção que você comprou e como acompanhamento, pães.

IMG_0295

Um lugar que é quase que exclusivamente para turistas comerem a parrillada é o Mercado del Puerto (lá tem artesanato e uma bebida diferente também, a medio y medio, que é feita metade com vinho, outra metade com espumante). Da primeira vez, é legal de ir lá. Eles aceitam pagamento em real e dólar. Porém é suuuuuper caro. Mas se você é daqueles turistas que gosta de “turistar” mesmo, este é o lugar certo. Atualmente, uma parrilla para dois está cerca de R$ 150.

Como esta foi a segunda vez que fomos, escolhemos uma parrilla no centro, pertinho da Plaza Independência, onde pagamos menos de R$ 100, mesmo com a bebida. Mas atenção, é meio comum nestes locais eles cobrarem uma taxa pelo serviço à mesa… Ou seja, pelos pratos utilizados, os talheres, enfim. Não é golpe, é comum mesmo. E também existe os 10% para o garçom.

20150303_120910

 

E tem lanches que também são super tradicionais. O pancho, que é um pão com salsicha, é super comum e baratinho. Dá para incrementar ele, e colocar bacon, como este aqui:

pancho

Ou ainda o chivito, que é mais incrementado, geralmente vem com batata frita e tem alface, tomate, ovo, além da carne.

chivito1

Nós comemos na Pizzaria Costa Azul, localizada em Pocitos, pertinho da praia. A cerveja estava geladíssima, tem mesas na rua para ficar sentindo a brisa e olhando a praia, além de ter wi-fi (e o banheiro é limpíssimo!). Eu gostei do lugar e recomendo. Fica na calle Juan Benito Blanco, esquina com Buxareo.

Há muitos cafés espalhados pela cidade. Um bem conhecido é o Oro del Rhin e tem várias filiais. Lá eles costumam comer medialunas, que é um pão com uma massa diferente. Geralmente se come acompanhado de doce de leite (para mim, um dos tops delícia da vida!).

IMG_0152

 

Outro café legal é o Café Brasilero, um lugar super bonito, localizado na Ciudad Vieja. Ele está aberto há 150 anos e contam por aí que os escritores, políticos e intelectuais uruguaios costumam frequentar o espaço. (agora foi confirmado com a nossa presença HAHAHA).

20150303_135630

Para a noite, fique um dia na Ciudad Vieja e visite o bar Fun Fun. Lá tem uma bebida exclusiva, la Uvita, que é tri gostosa. Além disso, no bar toca um candombe (como se fosse o samba deles) experto. Está sempre bombando!

IMG_0237

Para beber, experimente o suco e refrigerante de pomelo.

IMG_0133

Já as cervejas, as mais comuns são Patricia, Zillertal e Pílsen. Também há outros tipos de culinária e as grandes redes de fast food. Ainda há uma rede enorme, a La Passiva, espalhada pela cidade. Eles servem lanches e refeições completas. Nós comemos em um dos restaurantes, onde só serve comida mesmo. O atendimento é super bom e o lugar aconchegante. Pedimos uma macarronada e super aprovamos.

DSCN0368

Espero que tenham gostado das dicas. E se tiver alguma dúvida, manda aqui nos comentários ou pro temperosedesesperos@gmail.com que eu vou adorar responder.

:*

Fernanda

 

Anúncios

Deixe aqui seu tempero (ou desespero).

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s