Quando começar a organizar o casamento?

Quando a gente encontra o príncipe encantado, esta é uma pergunta recorrente. Resposta exata não há. O ideal é: o quanto antes! Mas isso não quer dizer que não se consegue organizar uma festa em um tempo curto.

minuano1

Eu organizei o meu em 10 meses, mas conheço gente que iniciou os preparos mais de um ano antes do grande dia. O melhor do começar a organizar com todo este prazo são os descontos possíveis de conseguir. Por mais que tenhamos muitos dinheiros, mas muitos mesmo, sempre terá um detalhe a mais que vai estourar o orçamento. Começando a organização com antecedência, é possível pagar parcelado, conseguir a tabela vigente no ano do fechamento do contrato e não na do ano do casamento… Essas coisas.

Conheço a Ana Kerwald, uma noiva de Porto Alegre, que organizou o casamento em três meses. Sim, TRÊS!!!! O noivo dela recebeu uma proposta irrecusável na Austrália, então eles tiveram que apressar tudo para já irem casadinhos lá para onde o futuro chega antes. Segundo ela, o mais difícil pra nos foi achar data q fechasse a igreja e o salão: “Foi uma saga em muitos salões pra conseguir a data que tinha disponível na igreja, pois ela era a prioridade”, conta.

minuano1

Entretanto, a pressa não influenciou em nada no seu grande dia (como dá para ver nesta foto linda dos noivos ali acima): “Foi tudo como eu sempre quis. A única coisa que faltou, que é meu único arrependimento, é que não tirei nenhuma foto só com a minha mãe”, relata.

Por outro lado, há casais que se preparam por muito tempo até o grande dia. A Renata, aqui do blog, por exemplo, iniciou tudo dois anos e meio antes do dia do casamento. Inclusive antes de noivar! Heheheeh… Ela e o príncipe encantado começaram a juntar dinheiro em setembro de 2011 e o grande dia foi em fevereiro de 2014. Renata justifica que a data desejada foi um dos motivos para esta preparação tão antecipada: “Aqui em Belo Horizonte as igrejas são concorridas. Então, assim que abrem a agenda do ano, tem que marcar logo para conseguir a data. E a nossa data tinha que ser no dia 22 de fevereiro, uma semana antes do carnaval porque o nosso sonho era a lua-de-mel no carnaval de Salvador. Devido à profissão de Alisson, carnaval é uma época quase impossível de ter folga. Quase porque com a licença do casamento foi possível”, relembra.
minuano1
A questão financeira também foi priorizada pelo casal: “Como tudo é muiiiito caro quando fala em casamento, esta antecedência foi super importante para ter tempo de economizar e pesquisar com calma”, avalia Renata. Ela conta que no primeiro momento eles não estavam tão envolvidos com os preparativos, a preocupação era guardar dinheiro no porquinho. “Acho que foi em 2012 que fizemos a nossa primeira lista de convidados para ter uma noção melhor do tamanho do esforço que deveria ser feito, do dinheiro que deveríamos ter, precisávamos ter noção da quantidade de convidados e do tipo de festa. Em dois anos e meio, muita coisa muda, até mesmo em relação a lista de convidados porque você pode afastar de algumas pessoas e se aproximar de outras…definimos que a festa seria para 300 pessoas”. (Olha a dica! 😀 )
Para Renata, um dos pontos fundamentais é que fechar contratos com antecedência permite que os valores sejam daquele ano e não da época do casamento, portanto, fica mais barato. “Uma coisa que aprendi a fazer com a preparação do casamento foi a chorar preço, porque só falar que é para casamento, falam em R$ 5 mil, como se fosse R$ 5 e sempre dá para negociar. Agora se você não chorar, o preço vai ser esse mesmo”, sugere.
O único contra, segundo a noiva, é que com muito tempo de antecedência se descobre muitas coisas legais, detalhes para incrementar a festa e achar que estes itens são essenciais: ” Para isso, o noivo, tem um papel fundamental, nos colocar de volta à realidade e lembrar o que é essencial. Se sobrar um dinheirinho, a gente até pode fazer uma gracinha”, ri. O foco é outra questão salientada por Renata. Conforme seu relato, não pode ficar enrolando muito com um item, senão acaba confundindo a cabeça da noiva. E ela dá outra dica para quando você cansar: “teve momentos que eu cansei, ficava nervosa porque queria demais e achava tudo muito caro. Aí me dava umas férias, tipo uma semana sem olhar nada de casamento e depois voltava a planejar e conformada que deveria adaptar de acordo com o bolso. E você não pode ficar muito estressada porque senão isso pode te atrapalhar em tudo, no trabalho, no relacionamento”, sentencia.
:*
Fernanda
Anúncios

Deixe aqui seu tempero (ou desespero).

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s