Cores e customização

Olá! Como vocês sabem, o evento Morar Mais por Menos BH foi um evento com ambientes cheios de criatividade e inspiração. Já falei da “Casa de Boneca”, das diversas luminárias e do “Espaço de Convivência” com os conceitos da brasilidade, sustentabilidade e customização.

Hoje vim falar do Espaço Conceito Customização, idealizado pela Cláudia Aragão, arquiteta e urbanista, designer, artista plástica e pela Cátia Maiello, designer de móveis e interiores, da Casatelier.

Este espaço era encantador, colorido, alegre e os móveis antigos ganharam uma nova cara com cores vibrantes e texturas.

Espaco Customizacao - credito Osvaldo Castro crédito: Osvaldo Castro

Cláudia Aragão acredita que a casa deve ter a cara do morador, precisa de personalidade, originalidade e aconchego. Isso pode ser percebido através dos objetos, móveis, gravuras, coleções e peças de viagem.

A designer de móveis e interiores, Cátia Maiello, diz que a demanda por customização está cada vez maior e que mais do que uma tendência, é uma conscientização para um consumo mais consciente. “Ao invés de descartar, por que não customizar? Muitas vezes os móveis são dos clientes, mas temos também o trabalho de garimpar algumas peças e customizá-las”, acrescenta.

Sobre a customização, questionei a arquiteta Cláudia Aragão como um móvel antigo pode fazer parte de um ambiente moderno. E ela explica: “Se você tem uma peça antiga de família e quer aproveitá-la no seu espaço moderno, por que não? Pode encaixá-la restaurando com uma pintura, uma laca, um desenho. Um meio fácil de harmonizar é trabalhar de forma correta com as cores. Se o móvel for neutro ou em tons claros, use na decoração tons vibrantes para contrastar e equilibrar. Podemos sim apostar na tendência que permite mesclar as mais diferentes possibilidades. O importante é tornar o ambiente aconchegante e cheio de energia e ao mesmo tempo ter um resultado do antigo com o design moderno”.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Sobre o uso das cores, Cátia destaca que a ousadia é muito importante, não deve existir limite. “Muitos deixam de usar as cores porque tem medo de errar. O ideal é permitir-se vivenciar os efeitos causados pelas cores”. Sendo assim, o ambiente abusou das cores.

Espaco Customizacao - Morar Mais por Menos - credito Osvaldo Castro - cores crédito: Osvaldo Castro

A designer explica que a psicologia das cores é uma excelente ferramenta usada na decoração para alcançar resultados específicos, por exemplo:

Branco: pureza, limpeza, paz.

Preto: mistério, fantasia, luto

Bege: calma, passividade, clássico

Vermelho: paixão, desejo

Amarelo: luz, calor, energia, descontração

Laranja: movimento, espontaneidade

Azul: sutileza, compreensão, personalidade, frescor

Verde: juventude, esperança, vigor

Marrom: maturidade, conforto, estabilidade

Outro ponto que me chamou atenção neste ambiente foi o gesso furado, proporcionando uma iluminação bem diferente. “O uso da placa de gesso com furinhos foi uma proposta inovadora, pois ela não é usada com a iluminação por trás. Colocamos para que desse o efeito rendado na parede e no teto, e ao mesmo tempo para emoldurar a sala de jantar dividindo-a da sala de estar”, explica Cláudia Aragão.

Espaco Customizacao - gesso furado - credito Osvaldo Castro crédito: Osvaldo Castro

 

E vocês? Gostaram deste ambiente super colorido?

Bjos, Renatinha. 😉

Anúncios

Um pensamento sobre “Cores e customização

Deixe aqui seu tempero (ou desespero).

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s